sexta-feira, 6 de março de 2009

Todo radicalismo é doente

Eu, e os trocentos mil católicos deste estimado País, estamos revoltados. Aliás, não sou católica, não vou a missa, não sei o que é Páscoa, Corpus Cristi, mesmo sendo batizada e crismada nessa igreja. Dom José Cardoso Sobrinho, arcebispo metropolitano de Recife e Olinda excomungou a mãe, que autorizou, e a equipe médica que o realizou o aborto de uma criança de 9 anos, estuprada pelo padrasto, grávida de gêmeos. Ele só esqueceu de excomungar o padrasto, pedófilo e canalha, que assumiu tb ter estuprado a irmã da vítima, uma menina de 14 anos com deficiência física e mental.

Diante da polêmica, fui pesquisar o que significava ser excomungado. Para quem não sabe, como eu, é ‘tirar a comunhão’, como que fosse expulso da igreja. Ora, meu senhor, primeiro: quem vc pensa que é para ter esse poder? Deus? Segundo: se eu fosse católica, sentir-me-ia satisfeita de ter sido excomungada de uma igreja tão cínica, prepotente e rica como a sua, que perdoa estupradores, enriquece todos os dias seus templos com ouro e pedras preciosas e condena crianças indefesas.

2 comentários:

Para Meninas disse...

Oi flor,
pode deixar que aviso sim se a Mariza desistir!
Bjinhoooo

Edgard disse...

Sorry, i'am a boy.
O PAPA VESTE PRADA...EHEHEHEH